LiveZilla Live Chat Software

Relatos Eróticos

Corno Manso

Inner Club

agosto 13th, 2014

0 Comentários

Eu e minha mulher frequentamos a boate mais nos dias que tem bastante solteiros. Na parte da boate flertamos e acendemos nossas fantasias mais íntimas e na parte onde acontecem as sacanagens onde tem salas mistas, onde todo mundo se toca e transa na frente um do outro é que nos realizamos. Cantos isolados em raros dias…

Estava lá com minha mulher justamente no dia de menage. Estávamos sentados na mesa bebendo e eu notava que minha mulher olhava para alguém dando um risinho. Fingi que não estava percebendo e preferi não fazer nenhum comentário (sou corno manso mesmo).

Quando estava mais tarde, resolvemos dar uma volta onde víamos casais se abraçando, se beijando, fazendo sacanagens. Percebi que um rapaz moreno e musculoso olhava para minha mulher e ela correspondeu, dei força para que se aproximassem. Ela começou a acariciá-lo e ele correspondeu com um demorado beijo de língua. Ele começou a acariciá-la por baixo de seu curto vestido. Ele foi tirando o seu vestido e ela dava para eu segurar e foi tirando lentamente a sua minúscula calcinha. Todos assistiam aos pombinhos excitados. Quando ela estava completamente nua e eu segurava toda a sua roupa, ele a colocou de quatro e a comeu na frente de todo mundo. Enquanto ela gemia de prazer, os outros homens que assistiam excitados a cena, passavam as mãos em seus peitos e na sua deliciosa bundinha. A seguir, o rapaz deitou de barriga para cima no enorme sofá e ela cavalgava em cima dele. Um dos expectadores, começou a mamar seus peitinhos. Depois que gozaram, ele tirou a camisinha, eu dei a roupa para ela se vestir e voltamos a boate para beber alguma coisa. O rapaz sentou na mesa conosco e, enquanto conversávamos, percebi que ele acariciava as suas pernas. O rapaz foi embora primeiro que a gente e os dois se despediram com outro beijo de língua…

Ficamos mais um pouco na boate, antes de irmos embora, ela decidiu ir ao banheiro e demorou bastante. Ao voltar, perguntei porque havia demorado tanto e ela contou que o rapaz que ela trocou risos no começo da noite, puxou-a pra uma saleta perto do banheiro, colocou-a para mamar o pau dele, deixou-a só de calcinha, colocou-a em cima dele e a comeu ali com muita brutalidade… Ela disse que não poderia perder a oportunidade, pediu perdão, mas sabe… eu gostei, pois no fundo era o que eu queria. Excitado, fomos para casa e fizemos um amor gostoso por muitos dias ela me chamando de corno manso (aí que meu pau fica mais duro e grosso).

Tags:, , , , , , , , , , , , , , ,