LiveZilla Live Chat Software

Relatos Eróticos

Esposa usada e lambuzada

Inner Club

agosto 13th, 2014

0 Comentários

O que vou relatar aconteceu um ano atrás. Tenho uma mulher maravilhosa, baixinha, falsa magra, cabelos pretos e longos, seios médios e durinhos, bunda redondinha e uma buceta deliciosa, na qual ela sempre faz questão de deixar apenas uma pequena carreira de pelinhos pretos e ralos. Posso dizer que até hoje não encontrei ninguém que transasse tão gostoso quanto ela, além de ser muito liberal .

Era uma sexta-feira, resolvemos sair para curtir e logo sugeri a minha mulher que é uma devassa, de ir na casa de swing Inner Club, onde já frequentáos a alguns anos.

Ela estava vestindo uma blusinha e mini saia preta com espartilhos e salto alto, estava um tesão.

Sempre vamos ao Inner pois ela adora fuder com muitos homens, e também me dá muito tesão. Chegando lá, ela logo me avisou que não faria nada com ninguém, pois queria apenas transar comigo. Como o ambiente é agradável, ficariamos lá numa boa, então aceitei a idéia de uma brincadeira só a dois, ficando só na boate mesmo, dançando e bebendo, nos divertimos e nos excitamos muito dançando na pista.

No decorrer da noite estávamos no corredor observando um casal pelas treliças, e naquela escuridão, um cara se aproximou e começou a passar a mão no peitinho dela, foi então que ela deu um suspiro de prazer, tirei a mão do cara e reclamei com ela:

Se você não quer fazer nada tudo bem, mais quando chega um cara você deixa ele te passar a mão em você?

Ela então me respondeu? Você sabe que quando começo não me controlo se não está bem para você, podemos ir embora e curtir a dois em casa?

Falei que não, pois se estavamos ali para é para se divertir, eu ia me divertir. Saímos dali e fomos ao bar, bebemos mais um pouco e voltamos a pista com a nossa brincadeira sendo que o meu pensamento já era outro. Por volta das 02h chamei ela para dar uma voltinha pelas salinhas. Entramos na sala coletiva, me encostei na parede deixando-a de frente pra mim e de costas pro centro da sala, como essa é a hora que os solteiros tentam tirar uma casquinha fiquei numa posição estratégica para que os homens se aproveitassem dela na escuridão e eu pudesse ver algo.

Logo cinco homens nos cercaram e começam a alisar minha esposa, nisso pedi que ela se abaixasse e chupasse meu pau que já estava latejando de tão duro, ela obedeceu prontamente me chupando deliciosamente. Os outros solteiros botaram suas varas duras pra fora e se masturbavam com a visão, nesse momento levei a mão da minha mulher até o pau de um cara que estava mais próximo de nós para ver qual era sua reação, ela pegou no pau dele e começou a masturbar o cara, um outro se aproximou pelo outro lado e levou a outra mão da minha mulher até seu pau, me excitei ainda mais com aquilo, ela me chupava e batia uma punheta para os dois, tirei o pau de sua boca e direcionei sua cabeça para direção de um deles, ela começou a chupar a pica dele, puxei seu rosto para o outro lado e ela chupou o pau do outro também. Logo os outros 3 se aproximaram e encostaram suas picas duras no rosto dela que passou a chupar eles também, ela revezava na pica deles, sempre chupando um e punhetando outros dois, a sala ficou lotada de casais, e a puta sem o menor pudor se deliciava com todas as rolas. Ela não sabia qual pegava e qual chupava, logo o 1º que ela começou a chupar demonstrou que ia gozar tentei tirar ela dali, mas ela puxou o rosto e continuou a mamar até fazer o cara gozar em sua boquinha linda, engolindo tudinho. Logo voltou a chupar as outras quatro picas até que cada um deles desse uma gozada em sua boca, engolindo tudinho sem deixar cair uma gota, depois ela se levantou limpando a boca sorrindo pra mim e perguntou? Gostou?

Eu estava cheio de tesão pela cena e como ainda não tinha gozado saimos dali e fomos para uma outra sala, onde tinha um casal transando muito gostoso dentro da cadeia, dava para ouvir pelos gemidos como estava bom, tinha muitos homens na sala observando, então arrastei minha mulher para o canto, tirei sua calcinha, virei a de costas para mim e levantei sua saia, coloquei uma de suas pernas apoiada com o joelho na poltrona e meti na bucetinha dela que já tava encharcada de tanto tesão. Eu bombava forte nela fazendo-a gemer isso é claro chamou a atenção dos machos que estavam ali, logo vários homens estavam alisando minha esposa e se masturbando. Minha mulher estava super excitada com aqueles machos olhando para ela.

Acabei gozando logo e sai de dentro dela, acenei para o que estava atrás de mim come-lá, minha esposa não teve tempo nem para sair da posição, quando o homem empurrou a pica toda nela da uma vez, ela olhou rapidamente para trás quando viu já era outro homem metendo nela, a safada começou a rebolar e gemer alto, fui para a frente dela e dei meu pau pra ela chupar, o cara gozou e saiu, dando lugar para um segundo, nisso tirei meu pau da boca da safada e acenei para que outros viessem e dessem de mamar para ela, formou-se dois grupos um atrás dela para comer sua buceta e outro na frente pra dar de mamar .

Foi um entra e sai de rolas em sua buceta que nem dá pra detalhar cada foda, mal saia um e outro já enfiava a pica na buceta dela, finalizava todos os homens, os da frente ela mamava até fazer eles gozarem em sua boquinha, todos ali na sala naquele momento, comeram minha mulherzinha que mais parecia uma vadia de tanto que queria levar pica, ela só gemia e rebolava no pau deles, ficamos muito tempo naquilo até que minha mulher se cansou de tanto gozar e resolveu sair dali.

Quando se levantou, ela viu um homem na porta que estava apenas observando não tinha participado da festinha, estava de pau duro na mão, era um negro alto que devia ter uns 23cm de cacete, pela cara dela, gostou dele na hora, pois sorriu pra ele e voltou a posição apoiada na poltrona para ele meter o que ele fez de imediato, a safada chegou a gozar só com a enfiada dele, mesmo ela estando com a buceta bem alargada de tanto meterem, e encharcada de tanto gozar nas picas dos vários homens ela sentiu a socada forte do macho. O rapaz bombou nela por alguns minutos fazendo ela delirar, aproveitando que minha mulher se deliciava fudendo com ele, o rapaz tirou o pau da buceta dela, e ousou enfiando a rola no rabo de minha mulher, ela gemeu alto, nunca nega fazer anal com ninguém, nem precisa pedir é só roçar na portinha que qualquer um come aquela bundinha redondinha e lisa, mas com aquele tamanho todo era a primeira vez.

Ela foi engolindo o talo do cara pelo rabo, fazendo uma cara de que estava difícil, mas que aguentaria e que estava gostando da coisa, o cara meteu tudo nela e depois parou pra ela se acostumar, então começou a rebolar devagar, gemendo sem parar e depois começou a acelerar os movimentos, o roludo deixou que ela fizesse todo o trabalho, parecia uma cadelinha no cio, gozando duas vezes, rebolando o rabo na vara do rapaz que também gozou e saiu apertando sua bunda e chamando ela de gostosa e safada, deixando minha esposinha extasiada e toda arrombada.

A festa acabou lá pelas 4:30h da manhã, ela se superou em números de fodas de uma só vez, o saldo da noite foi de 14 homens.Ela punhetou, chupou e engoliu a porra, ficou com a bucetinha arrombada e fez um anal fantástico com uma rola descomunal .

Esperamos ter mais noites assim no Inner Club.

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,